segunda-feira, 24 de setembro de 2012

LEITE CONTAMINADO DA MARCA HOLANDÊS COLOCA VIDA DE CRIANÇAS EM RISCO EM SANTA CATARINA !!!




                                                        
As secretarias de Saúde e de Agricultura de Santa Catarina lacraram ontem a sede da empresa Papenborg que produz o leite da marca "Holandês", na cidade de Biguaçu, na região metropolitana de Florianópolis.

Até o início da tarde do dia 23 de setembro, 18 crianças haviam sido internadas nos últimos dias por intoxicação após consumirem o produto, embalado em pacotes plásticos, - a maioria menor de 2 anos de idade. 

Dez já haviam recebido alta e oito permaneciam em hospitais de Florianópolis e de Itajaí.

Laudos preliminares feitos pelo laboratório da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC) apontaram presença de nitrito até dez vezes superior ao máximo tolerado em amostras de leite pasteurizado produzido pela empresa.

Entre os sintomas da intoxicação por nitrito estão arroxeamento da região em volta dos lábios e falta de ar. 

A substância induz a oxidação do ferro da hemoglobina, o que impede o sangue de transportar oxigênio.

Segundo o médico infectologista Fábio Gaudenzi, diretor de Vigilância Epidemiológica de Santa Catarina, as crianças são mais sensíveis por terem organismo mais frágeis, mas adultos expostos continuamente a nitrino podem ter câncer.

A intoxicação por nitrito é grave e pode levar à morte.

"Os casos notificados até agora têm sido relativamente leves, mas as pessoas precisam estar atentas e procurar rapidamente os serviços médicos no caso de algum sintoma", diz Gaudenzi.

Inicialmente, as autoridades sanitárias haviam determinado a retirada do mercado de dois lotes do leite Holandês.

Mas uma nova reunião realizada ontem determinou a apreensão e a inutilização de todos os estoques do produto, produzidos até a última sexta-feira.

Com prazo de validade de até cinco dias, o leite teria distribuição restrita a algumas regiões de Santa Catarina.


Fonte : FolhaPress, e Jornal A Cidade.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

      http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/09/leite-contaminado-da-marca-holandes.html


****************************************************************************************************************************


                  Na foto Marcelo Gil e esposa no XVI Festival da Cultura Paulista Tradicional.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 97175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************

quarta-feira, 19 de setembro de 2012

MULHERES SÃO MAIORIA COM NÍVEL SUPERIOR !!!



                                                         Imagem meramente ilustrativa.


A proporção de mulheres brasileiras com títulos acadêmicos de nível superior é maior que a de homens – a parcela da população feminina adulta com diploma é de 12%, ante 10% da masculina –, mas esse dado sofre uma inversão no mercado de trabalho. Quando se analisam as pessoas que atuam em funções de nível superior, 91% dos homens estão empregados, contra 81% das mulheres.

Os números fazem parte da mais recente edição do relatório Education at a Glance, publicado pela Organização para a Cooperação e o Desenvolvimento Econômico (OCDE).

Embora o Brasil não seja membro da OCDE, formada majoritariamente por nações europeias, os dados do país foram incluídos no relatório para fins de comparação.

O descompasso brasileiro entre a proporção de mulheres formadas e de mulheres empregadas acompanha a tendência registrada, também, dentro da OCDE. Em média, 32% das mulheres adultas dos países-membros têm nível superior, ante 29% dos homens, mas “as taxas de emprego das mulheres são menores que as dos homens, sem exceção, em todos os países da organização”, ressalta o relatório.

A diferença média é de nove pontos porcentuais, mas há casos em que ela supera os 20 pontos. O país que mais se aproxima da igualdade é a Noruega, com 91% dos homens adultos diplomados empregados, ante 89% das mulheres.

Países como Canadá, Japão, Nova Zelândia e Estados Unidos têm mais mulheres com nível superior do que a média da OCDE, mas a presença dessas mulheres no mercado de trabalho fica abaixo da média da organização.

O relatório propõe medidas como um aumento da disponibilidade de serviços de creche ou a subsídios para a educação infantil como um benefício à trabalhadora. “A remoção de barreiras que impedem a participação de mulheres altamente qualificadas no mercado de trabalho poderia beneficiar o crescimento econômico”, diz o texto.

Dos países analisados pelo relatório, o Brasil ainda é, como apontado no trabalho divulgado ano passado, aquele onde o diploma universitário mais agrega renda: um brasileiro formado em curso superior pode esperar ganhar, em média, 2,5 vezes mais que um brasileiro que tenha apenas completado o ensino médio, e quase três vezes mais que um cidadão sem ensino médio completo. Na OCDE, as taxas são de 1,6 (sobre ensino médio completo) e 1,9.

O relatório nota que o ganho de renda se mantém a despeito no aumento no número de pessoas qualificadas por ensino superior: “A tendência dos dados sugere que a demanda por indivíduos com educação terciária acompanhou o aumento da oferta na maioria dos países”, avalia o relatório.

Embora a formação superior aumente a renda em ambos os sexos, os homens ganham mais com cada nível educacional alcançado: a renda de um brasileiro com diploma universitário pode ser até 2,7 vezes superior à de um que só tenha ensino médio, e 3,2 vezes maior que a de um homem sem diploma colegial, mas a mulher ganha, 2,6 a mais que uma com ensino médio, e 3,1 a mais que uma mulher sem esse grau de instrução.

As mulheres também demoram mais para atingir seu potencial máximo de renda: a faixa etária mais bem remunerada, para as detentoras de diploma, é a de 55 a 64 anos. No caso dos homens, a renda é maior entre 25 e 34 anos, declinando depois, a partir dos 55.

Em 2010, 63% de todos os títulos acadêmicos de nível superior concedidos no Brasil foram recebidos por mulheres. Elas são maioria – representando de 52% a 77% do total de títulos – nas áreas de educação; humanidades e artes; saúde; ciências sociais, direito e administração; e serviços. Tornam-se minoria, no entanto, nos setores de engenharia, manufatura e construção (28%); ciência (38%); e agricultura (41%).


Fonte : Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

   http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/09/mulheres-sao-maioria-com-nivel-superior.html


****************************************************************************************************************************


Na foto Marcelo Gil com Colegas Graduandos de Gestão Ambiental, e Mestres da UNISANTOS na EXATEC 2012.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 97175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************

sexta-feira, 14 de setembro de 2012

PESQUISA REALIZADA NA FRANÇA MOSTRA CONEXÃO ENTRE ABUSO DE ÁLCOOL E AVC HEMORRÁGICO !!!



                                                       Clique na imagem para ampliar.


Uma nova pesquisa realizada na França mostra que indivíduos que bebem mais de três doses de bebidas alcoólicas por dia podem correr o risco de sofrer acidentes vasculares cerebrais (AVC) com uma antecedência de quase 15 anos em comparação com as pessoas que não fazem uso pesado de álcool.

O estudo foi publicado no dia 11/9, na edição impressa da revista Neurology, editada pela Academia Norte-Americana de Neurologia. De acordo com uma das autoras do estudo, Charlotte Cordonnier, da Universidade de Lille-Nord (França), o estudo teve foco nos efeitos a longo prazo do uso abusivo de álcool, em relação à ocorrência de AVCs hemorrágicos.

“O consumo pesado de álcool tem sido identificado de forma consistente como fator de risco para este tipo hemorrágico de AVC, que é causado por um sangramento no cérebro, em vez de um coágulo de sangue como ocorre no AVC isquêmico", disse uma das autoras do estudo, Charlotte Cordonnier, da Universidade de Lille-Nord (França).

O estudo incluiu entrevistas sobre os hábitos de consumo de 540 pessoas com idade média de 71 anos que haviam sofrido AVC com hemorragia intracerebral. Os médicos também entrevistaram os cuidadores e familiares a respeito dos hábitos de consumo dos participantes.

Um total de 137 pessoas – ou 25% do total – apresentou comportamento de consumo pesado de álcool. A definição de consumo pesado corresponde ao consumo de três ou mais doses de bebidas alcóolicas por dia, ou o equivalente a 47,3 mililitros diários de álcool puro. Os participantes também foram submetidos a exames cerebrais de tomografia computacional e seus prontuários médicos foram revisados.

O estudo revelou que os indivíduos que fizeram consumo pesado de álcool sofreram AVC com uma idade média de 60 anos – cerca de 14 anos antes da idade média de idade dos participantes que não faziam consumo pesado de álcool.

Entre os indivíduos com menos de 60 anos que sofreram um AVC na parte profunda do cérebro, os bebedores pesados tinham maior probabilidade de morrer no período de dois anos de acompanhamento do estudo, em comparação com os que não faziam uso pesado do álcool.

"É importante destacar que o consumo de grandes quantidades de álcool contribui para uma forma mais grave de AVC em idade precoce em pessoas que não tinham histórico médico significativo", disse Cordonnier.


Fonte : Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

     http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/09/pesquisa-realizada-na-franca-mostra.html


****************************************************************************************************************************


Na foto Marcelo Gil com Colegas Graduandos de Gestão Ambiental, e Mestres da UNISANTOS.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 97175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************

quinta-feira, 13 de setembro de 2012

IBAMA ALERTA: INCÊNDIOS FLORESTAIS CAUSAM RISCO À POPULAÇÃO !!!



                                                        Imagem meramente ilustrativa.


Com a chegada da segunda quinzena de setembro o Brasil se aproxima do auge da temporada de incêndios florestais nas regiões norte e centro-oeste. Historicamente, este período corresponde a um grande número de focos de calor captados via satélite. Entretanto, existe um fator agravante nesta época do ano.

Além do aumento no número de ocorrências, os riscos à população também são muito altos. O combustível florestal, formado por campos, cerrados e florestas, apresenta baixa umidade, proporcionando condições para a formação de incêndios florestais de grande magnitude.

Estes incêndios muitas vezes não se extinguem ao encontrar barreiras naturais ou artificiais, ultrapassando estradas, rios, matas fechadas e outros obstáculos que ajudariam no controle em outras épocas do ano. Os resultados são a deterioração da qualidade do ar, impacto ambiental, prejuízos financeiros diversos e um alto risco às populações que habitam as regiões mais críticas.

O Ibama/Prevfogo está em alerta máximo e todas as brigadas do País, somando mais de 1.800 brigadistas, se encontram em combate intenso, totalizando mais de 2.000 incêndios florestais extintos em 2012.

Nos locais onde foram detectados incêndios de grande magnitude existem operações conjuntas com o Icmbio, Funai e Governos Estaduais, como nos casos dos Parques Nacionais Nascentes do Parnaíba, Araguaia e Serra da Canastra, Reserva Biológica do Cachimbo; Terras Indígenas Maraiwatsede e Urubu Branco e Área de Proteção Ambiental do Rio Pardo.


Fonte : Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA).

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                            Link desta postagem ; 

         http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/09/ibama-alerta-incendios-florestais.html


****************************************************************************************************************************


                                                   Na foto Marcelo Gil na UNISANTOS.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 97175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

terça-feira, 11 de setembro de 2012

RISCO DE CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL EM MARESIAS !!!




                                                       
O secretário de Meio Ambiente de São Sebastião, Eduardo Hipólito, garantiu nesta segunda-feira, dia 10.09, que ainda há resíduos de óleo diesel na praia de Maresias e no Rio do Canto do Moreira. Sob risco de contaminação, banhistas devem evitar o acesso ao local.

Na última quinta-feira, cerca de 15 mil litros de óleo diesel foram derramados na serra de Maresias, situada na Costa Sul de São Sebastião, após o tombamento de um caminhão da Distribuidora Petrobras, na curva da SP-55 (Rio-Santos). Pelo menos 30% da costa foi atingida. Esse pode ter sido um dos maiores desastres ambientais da história do Município.

Após o acidente, o resíduo caiu em um dreno, passou por vários córregos e foi direto para o mar, sem nenhum tipo de contenção. Como o produto tem um alto poder de dispersão, seu controle é mais complexo.

Segundo Hipólito, apesar dos contentores colocados na praia para que a mancha de óleo não aumentasse, ainda há contaminação no local. “O acidente causou muitos danos ao meio ambiente. Estamos pedindo para que o trabalho de contenção seja maior nesses pontos. Com o derramamento deste óleo, toda a fauna e flora do local foram afetadas”, explica.

Conforme o secretário de Meio Ambiente, pelo menos duas multas, no valor de R$ 5 mil cada, serão aplicadas à Petrobras, já que a contaminação afetou dois tipos de ecossistema: o mar e toda a região que leva a água ao oceano. “Vamos aplicar a multa no valor máximo, mas sabemos que o valor não corresponde à estimativa de gastos necessários para a recuperação da área afetada”.

O secretário reforça que os banhistas evitem a área contaminada pelo resíduo. “Estamos preocupados, pois a área é muito frequentada por banhistas e surfistas. Há muita gente sujeita à contaminação”. Os trabalhos de remoção do óleo devem continuar nesta terça-feira, mas o secretário adianta que a área precisará ser monitorada por pelo menos um mês.


CONTAMINAÇÃO

Segundo a prefeitura de São Sebastião, a Defesa Civil teria encaminhado no último fim de semana duas crianças ao pronto-socorro da Praia de Boiçucanga, ao lado de Maresias, com irritação na pele e ardência nos olhos.

Apesar de o acidente ter sido causado por uma empresa terceirizada que transportava o produto com bandeira Petrobras, a prefeitura afirmou que a empresa petrolífera não repassou nenhum tipo de aviso com relação aos efeitos causados pela inalação e contato com o produto. Mesmo após o acidente, turistas frequentaram a praia normalmente durante o feriado prolongado. O local não foi interditado e não havia placas informando sobre a contaminação. Nesta terça-feira, a Defesa Civil apresentará um laudo sobre o acidente.

Procurada, a assessoria de imprensa da Petrobras informou que a Companhia Ambiental do Estado de São Paulo (Cetesb) solicitou a realização de um último procedimento de lavagem da pista. Após essa operação, a entidade realizará a vistoria final na área. A Petrobras Distribuidora informou ainda que não foi notificada sobre aplicação de multa.


VÍDEO DE REFERÊNCIA


CRÉDITOS DO VÍDEO E DA REPORTAGEM À REDE RECORD DE TELEVISÃO.


Fonte : Agência Estado, Jornal A Tribuna, e Rede Record de Televisão.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

     http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/09/risco-de-contaminacao-ambiental-em.html


****************************************************************************************************************************


                      Na foto o Corretor Marcelo Gil a bordo do Rainbow Warrior III do Greenpeace.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************

quinta-feira, 6 de setembro de 2012

CONTAMINAÇÃO AMBIENTAL NA BAIXADA SANTISTA É TEMA DE SEMINÁRIO NA UNISANTOS !!!



                                                         Imagem meramente ilustrativa.


Foi realizada quarta-feira, dia 05, na Universidade Católica de Santos, o V Seminário do Instituto de Pesquisas Científicas e Tecnológicas (IPECI). 

Com o tema "Contaminação Ambiental na Baixada Santista e Efeitos na Saúde", o palestrante, Prof Dr. Alfésio Luís Ferreira Braga, fez uma exposição sobre os efeitos da contaminação ambiental na Baixada Santista, alertando sobre alguns dados colhidos em seu estudo, no Estuário.

Vejamos ;

* No presente estudo, os moradores relataram pouco ou nenhum consumo de produtos produzidos na região, incluindo peixes ;

* Os resultados da pesquisa mostraram que ainda hoje são detectados na região contaminantes ambientais, como compostos organoclorados e metais tóxicos, presentes na poeira e em ovos de galinhas criadas na região. Isso reforça a presença de contaminantes no solo das áreas. Com isso, o contato direto, a inalação e a deglutição podem ser as vias de acesso destes compostos aos moradores ;

* Esses compostos também podem ser encontrados no leite materno, no cabelo e no sangue dos habitantes da região que não apresentam históricos de contato ocupacional ; 

* Alguns compostos foram encontrados em níveis bem acima dos toleráveis, como é o caso do mercúrio total no sangue e de pesticidas organoclorados em leite materno ;

* Além da exposição aguda há a possibilidade de exposição prolongada a estes elementos e compostos tóxicos, aumentando o risco de efeitos adversos sobre a saúde de crianças, adolescentes, adultos e idosos ;

* Os níveis de radiação por urânio e radônio encontrados em residências localizadas em área anteriormente ocupadas por mangue, evidenciaram a presença de resíduos contaminados por material radioativo não encontrados nas referidas localidades. Esses elementos podem contribuir para a ocorrência de eventos adversos como câncer de pulmão e do sistema digestório ;


CONCLUSÕES DA PESQUISA

* A constatação da presença destas substâncias no ambiente e nos moradores da região caracteriza uma situação de rota de exposição atual que merece intervenção e acompanhamento.

* Alterações clínicas reforçam a necessidade de uma abordagem mais consistente para diagnóstico e tratamento de doenças relacionadas à exposição ambiental na região, atrvés de uma política de saúde permanente e não como ações esporádicas.


Fonte : V Seminário do Instituto de Pesquisas Cientificas e Tecnológicas - IPECI, e Professor Doutor Alfésio Luís Ferreira Braga .

Tópico elaborado por Marcelo Gil. 


****************************************************************************************************************************

                                                                 Link desta postagem ;

      http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/09/contaminacao-ambiental-na-baixada.html


****************************************************************************************************************************


     Na foto Marcelo Gil com Colegas Graduandos, Mestres e Reitor da Universidade Católica de Santos. 

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor - ProTeste. Membro da Estratégia Global Housing para o Ano 2025. Membro do Fórum Urbano Mundial - Urban Gateway. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e Colaborador do Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 97175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


*********************************************************************************************************************