sexta-feira, 27 de abril de 2012

SUPREMO TRIBUNAL FEDERAL JULGA CONSTITUCIONAL POLÍTICA DE COTAS DA UnB !!!



                                                        Imagem meramente ilustrativa.


O Plenário do Supremo Tribunal Federal (STF) considerou constitucional a política de cotas étnico-raciais para seleção de estudantes da Universidade de Brasília (UnB). Por unanimidade, os ministros julgaram improcedente a Arguição de Descumprimento de Preceito Fundamental (ADPF) 186, ajuizada na Corte pelo Partido Democratas (DEM).

Os ministros seguiram o voto do relator do caso, ministro Ricardo Lewandowski. Na sessão de ontem (25), em que foi iniciada a análise da matéria, o relator afirmou que as políticas de ação afirmativa adotadas pela UnB estabelecem um ambiente acadêmico plural e diversificado, e têm o objetivo de superar distorções sociais historicamente consolidadas. Além disso, segundo ele, os meios empregados e os fins perseguidos pela UnB são marcados pela proporcionalidade, razoabilidade e as políticas são transitórias, com a revisão periódica de seus resultados.

“No caso da Universidade de Brasília, a reserva de 20% de suas vagas para estudante negros e ‘de um pequeno número delas’ para índios de todos os Estados brasileiros pelo prazo de 10 anos constitui, a meu ver, providência adequada e proporcional ao atingimento dos mencionados desideratos. A política de ação afirmativa adotada pela Universidade de Brasília não se mostra desproporcional ou irrazoável, afigurando-se também sob esse ângulo compatível com os valores e princípios da Constituição”, afirmou o ministro Lewandowski.


PEDIDO DO DEM

Na ação, ajuizada em 2009, o DEM questionou atos administrativos do Conselho de Ensino, Pesquisa e Extensão da Universidade de Brasília (Cepe/UnB) que determinaram a reserva de vagas oferecidas pela universidade. O partido alegou que a política de cotas adotada na UnB feriria vários preceitos fundamentais da Constituição Federal, como os princípios da dignidade da pessoa humana, de repúdio ao racismo e da igualdade, entre outros, além de dispositivos que estabelecem o direito universal à educação.


VOTOS

Todos os ministros seguiram o voto do relator, ministro Lewandowski. Primeiro a votar na sessão plenária desta quinta-feira (26), na continuação do julgamento, o ministro Luiz Fux sustentou que a Constituição Federal impõe uma reparação de danos pretéritos do país em relação aos negros, com base no artigo 3º, inciso I, da Constituição Federal, que preconiza, entre os objetivos fundamentais da República Federativa do Brasil, a construção de uma sociedade livre, justa e solidária.

Para ele, a instituição de cotas raciais dá cumprimento ao dever constitucional que atribui ao Estado a responsabilidade com a educação, assegurando “acesso aos níveis mais elevados do ensino, da pesquisa e da criação artística, segundo a capacidade de cada um”.

A ministra Rosa Weber defendeu que cabe ao Estado “adentrar no mundo das relações sociais e corrigir a desigualdade concreta para que a igualdade formal volte a ter o seu papel benéfico”. Para a ministra, ao longo dos anos, com o sistema de cotas raciais, as universidades têm conseguido ampliar o contingente de negros em seus quadros, aumentando a representatividade social no ambiente universitário, que acaba se tornando mais plural e democrático.

Já a ministra Cármen Lúcia Antunes Rocha destacou que o sistema de cotas da UnB é perfeitamente compatível com a Constituição, pois a proporcionalidade e a função social da universidade estão observadas. “As ações afirmativas não são a melhor opção, mas são uma etapa. O melhor seria que todos fossem iguais e livres”, apontou, salientando que as políticas compensatórias devem ser acompanhadas de outras medidas para não reforçar o preconceito. Ela frisou ainda que as ações afirmativas fazem parte da responsabilidade social e estatal para que se cumpra o princípio da igualdade.

Ao concordar com o relator, o ministro Joaquim Barbosa afirmou que o voto do ministro Lewandowski praticamente esgotou o tema em debate. Ressaltou, porém, que “não se deve perder de vista o fato de que a história universal não registra, na era contemporânea, nenhum exemplo de nação que tenha se erguido de uma condição periférica à condição de potência econômica e política, digna de respeito na cena política internacional, mantendo, no plano doméstico, uma política de exclusão em relação a uma parcela expressiva da sua população”.

Na sequência da votação, o ministro Cezar Peluso afirmou que é fato histórico incontroverso o déficit educacional e cultural dos negros, em razão de barreiras institucionais de acesso às fontes da educação. Assim, concluiu que existe “um dever, não apenas ético, mas também jurídico, da sociedade e do Estado perante tamanha desigualdade, à luz dos objetivos fundamentais da Constituição e da República, por conta do artigo 3º da Constituição Federal”. Esse dispositivo preconiza uma sociedade solidária, a erradicação da situação de marginalidade e de desigualdade, além da promoção do bem de todos, sem preconceito de cor.

O ministro Gilmar Mendes reconheceu as ações afirmativas como forma de aplicação do princípio da igualdade. Destacou em seu voto que o reduzido número de negros nas universidades é resultado de um processo histórico, decorrente do modelo escravocrata de desenvolvimento, e da baixa qualidade da escola pública, somados à “dificuldade quase lotérica” de acesso à universidade por meio do vestibular. Por isso, o critério exclusivamente racial pode, a seu ver, resultar em situações indesejáveis, como permitir que negros de boa condição socioeconômica e de estudo se beneficiem das cotas.

Também se pronunciando pela total improcedência da ADPF 186, o ministro Marco Aurélio disse que as ações afirmativas devem ser utilizadas na correção de desigualdades, com a ressalva de que o sistema de cotas deve ser extinto tão logo essas diferenças sejam eliminadas. “Mas estamos longe disso”, advertiu. “Façamos o que está a nosso alcance, o que está previsto na Constituição Federal”.

Decano do STF, o ministro Celso de Mello sustentou que o sistema adotado pela UnB obedece a Constituição Federal e os tratados internacionais que tratam da defesa dos direitos humanos. “O desafio não é apenas a mera proclamação formal de reconhecer o compromisso em matéria dos direitos básicos da pessoa humana, mas a efetivação concreta no plano das realizações materiais dos encargos assumidos”.

Encerrando o julgamento, o presidente da Corte, ministro Ayres Britto, afirmou que a Constituição legitimou todas as políticas públicas para promover os setores sociais histórica e culturalmente desfavorecidos. “São políticas afirmativas do direito de todos os seres humanos a um tratamento igualitário e respeitoso. Assim é que se constrói uma nação”, concluiu.

O ministro Dias Toffoli se declarou impedido e não participou do julgamento.


Fonte : Supremo Tribunal Federal.


****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

            http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/supremo-tribunal-federal-julga.html


****************************************************************************************************************************


Na foto, Marcelo Gil e Colegas graduandos em Gestão Ambiental com a Profª Rossana Virga na Universidade Católica de Santos. 

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica. 

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************

quarta-feira, 25 de abril de 2012

TINTA RECICLADA COM ÓLEO DE FRITURA É DESTAQUE NO PROGRAMA MOMENTO AMBIENTAL DA TV JUSTIÇA !!!



                                                       Imagem meramente ilustrativa.


Transformar um resíduo extremamente poluente em um produto com alto valor agregado que seja capaz de movimentar a indústria da reciclagem. Foi com esse objetivo que pesquisadores da Universidade de Brasília (UnB) descobriram uma forma de reaproveitar o óleo de cozinha na produção de tinta para impressão. O novo produto ainda está em fase de testes, mas já tem chamado a atenção de grandes empresas que buscam soluções sustentáveis.


VÍDEO DE REFERÊNCIA



CRÉDITOS DO VÍDEO AO CENTRO DE PRODUÇÃO DA JUSTIÇA FEDERAL.

Cuidar do meio ambiente é hoje uma obrigação e também um desafio para todos os habitantes do planeta. Uma preocupação que ganha novos contornos e exige providências sérias e rápidas. É neste contexto que o Centro de Produção da Justiça Federal (CPJUS) decidiu produzir o programa Momento Ambiental. Trata-se de um interprograma exibido nos intervalos das emissoras públicas e comunitárias que traz exemplos de iniciativas simples mas capazes de ajudar a preservar o planeta.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.

****************************************************************************************************************************

                                                              Link desta postagem ;

       http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/tinta-reciclada-com-oleo-de-fritura-e.html


****************************************************************************************************************************


Na foto, Aline, Adriano, Professora Ângela (Impactos Ambientais), Daniel, Professora Fernanda Britto (Gestão Ambiental Portuária), Marcelo Gil e Roseane em recente evento na UNISANTOS. 

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica. 

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************

sábado, 21 de abril de 2012

CIENTISTAS DA UNIVERSIDADE DE DUNDEE DECIFRAM COMO A ASPIRINA PODE COMBATER O CÂNCER !!!





A aspirina, além de combater a dor de cabeça, tem outros efeitos benéficos comprovados, como proteger contra problemas cardíacos. Estudos recentes mostraram que ela pode ajudar na prevenção do câncer e no tratamento contra diabetes tipo 2.

Agora, um grupo de cientistas da Universidade de Dundee, na Escócia, descobriu o exato mecanismo pelo qual a substância atua no corpo humano e produz esses efeitos.

Em nosso corpo a aspirina é quebrada em salicilato, o mesmo composto encontrado na casca do salgueiro, um remédio usado pela humanidade desde a antiguidade. O que os cientistas descobriram foi que, quando uma grande quantidade de salicilato atinge nossas células, ele ativa a enzima AMPK.

Essa enzima é encontrada em muitos tipos de organismos, de humanos a plantas, e controla os níveis de energia da célula. Quando ativada, ela para os processos que consomem energia e dá início aos processos que a produzem. Desse modo ela regula uma série de ações, como o crescimento celular e o metabolismo.

Para revelar essa ligação entre a aspirina e a AMPK, os cientistas testaram a droga em ratos que não tinham a enzima, e viram que a maioria de seus efeitos benéficos desapareceu.

Segundo os pesquisadores, a AMPK comprovadamente diminui a circulação de lipídios em ratos obesos e aumenta sua sensibilidade à insulina. Eles ainda sugerem que seus efeitos contra o câncer também vêm daí – a mesma enzima é ativada pela droga metformina, que também está associada ao combate à doença. 


AMPK

Enzima que controla os níveis de energia da célula e regula uma série de ações, como o crescimento celular e o metabolismo. Quando ativa, ela para os processos que consomem energia e dá início aos processos que a produzem. A AMPK pode ser ativada de dois modos: pela falta energia na célula ou por um ativador sintético, o A-769662. O salicilato se ligaria à enzima no mesmo local que o ativador, embora sua localização exata ainda não tenha sido identificada.


CONHEÇA A PESQUISA

Título original: The Ancient Drug Salicylate Directly Activates AMP-Activated Protein Kinase.

Onde foi divulgada: Revista Science.

Quem fez: S.A. Hawley; F.A. Ross; C. Chevtzoff; K.J. Walker; K.A. Green; K.J. Mustard; D.G. Hardie; M.W. Peggie; D. Zibrova; K. Sakamoto.

Instituição: Universidade de Dundee, na Escócia.

Dados de amostragem: Ratos sem a enzima AMPK.

Resultado: A enzima AMPK comprovadamente diminui a circulação de lipídios em ratos obesos e aumenta sua sensibilidade à insulina. Os pesquisadores sugerem que seus efeitos contra o câncer vêm daí.

Fonte : Veja-Saúde ( 20.04.2012).


****************************************************************************************************************************

                                                            Link desta postagem ; 

http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/cientistas-da-universidade-de-dundee.html 


****************************************************************************************************************************


                                       Na foto Marcelo Gil na Rádio Guarujá AM, em 2010.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

quinta-feira, 19 de abril de 2012

BRASIL VAI PRODUZIR REMÉDIOS DE ALTO CUSTO COM TECNOLOGIA NACIONAL E A PREÇO POPULAR !!!



                                                        Imagem meramente ilustrativa.


São produtos que atacam alvos específicos como o câncer, artrite e esclerose múltipla O Brasil vai começar a fabricar os primeiros medicamentos biossimilares com tecnologia nacional.

Eles são versões mais baratas de drogas biológicas inovadoras, produtos de alto custo que atacam alvos específicos em doenças como câncer, artrite reumatoide e esclerose múltipla.

Apesar de representarem, em unidades, apenas 4% das compras do Ministério da Saúde, consomem 32% do orçamento da Pasta para remédios.

O lançamento do laboratório BioNovis, no final de março, representa a iniciativa mais adiantada na corrida pelo desenvolvimento de biossimilares no País. Trata-se de uma parceria entre quatro grandes produtoras de genéricos: EMS, Aché, Hypermarcas e União Química.

O secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde, Carlos Gadelha disse que: "A biotecnologia é uma área estratégica para o país. São produtos de alto conteúdo tecnológico, de alto valor, que a gente tem de desenvolver para ter garantia de acesso à população brasileira".

Medicamentos biológicos, produzidos por meio de células vivas, são complexos e caros, uma caixa pode custar R$ 8.000, em especial no caso dos remédios oncológicos mais modernos.

Por causa do alto custo, os pacientes têm recorrido à Justiça para obter as drogas quando elas não estão na lista de remédios ofertados pelo Sistema Único de Saúde (SUS).

Em 2010, por exemplo, o Ministério da Saúde gastou R$ 132,58 milhões para cumprir decisões judiciais ligadas ao fornecimento de remédios de alto custo, ante R$ 2,24 milhões em 2005.

Fonte: Diário da Saúde ( 17/04/2012 ).

****************************************************************************************************************************

                                                            Link desta postagem ; 

http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/brasil-vai-produzir-remedios-de-alto.html 


****************************************************************************************************************************


                    Na foto Marcelo Gil em recente evento na Universidade Católica de Santos.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

segunda-feira, 16 de abril de 2012

EXEMPLO DE CIDADANIA E SOLIDARIEDADE DE JOVEM MÉDICO QUE CUIDOU DE VICIADOS NA CRACOLÂNDIA EM SÃO PAULO !!!



                                      Imagem ilustrativa do Arcanjo Miguel vencendo o mau.


A equipe de jornalismo da Rede Record trabalhou três meses na produção deste documentário especial que mostra o submundo do crack de um jeito jamais visto. Acompanhe na reportagem abaixo o relato assustador do médico Dr. Marcelo dos Santos Clemente, de 26 anos, que com coragem entrou no quartel general do maior mercado de crack do mundo e deu o maior exemplo de cidadania e solidariedade.


VÍDEO DE REFERÊNCIA



CRÉDITOS DO VÍDEO E DA REPORTAGEM A REDE RECORD DE TELEVISÃO. PROGRAMA DOMINGO ESPETACULAR ( 15.04..2012 ).


****************************************************************************************************************************

                                                            Link desta postagem ; 

http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/exemplo-e-cidadania-e-solidariedade-de.html 


****************************************************************************************************************************

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

sábado, 14 de abril de 2012

JARDINS FILTRANTES FAZEM A DESPOLUIÇÃO DA ÁGUA NA FRANÇA !!!



                                               Imagem ilustrativa dos Jardins de Monet.


O francês Thierry Jacquet, que acumula as funções de engenheiro, arquiteto, urbanista e horticultor, já criou 150 "jardins filtrantes" pelo mundo.

Esses jardins servem tanto para despoluir rios como para tratar água da chuva e efluentes industriais. A poluição difusa (levada com a chuva, como fuligem e lixo) é muito grande e deve ser tratada antes de chegar aos rios ou lagos. Precisamos organizar faixas de jardins filtrantes que tratem a poluição antes de ela chegar aos corpos hídricos. São barreiras verdes.

Entre seus projetos de jardins está um para melhorar a qualidade da água do Rio Sena, em Paris, e outros para a limpeza de margens de três rios em Xangai.

Em visita ao Brasil, em 2011, Jacquet se interessou pelo lago do Parque Ibirapuera. "Um piloto com uma parte da lagoa do Ibirapuera seria uma ótima primeira realização. Precisamos também cuidar dos rios que atravessam a cidade, para que a população volte a se aproximar deles", afirmou.

E sugeriu : Por que não fazer uma piscina natural para a população em outro parque da cidade ?

Grandes empresas já encomendaram seu trabalho. Ele executou projetos para o tratamento de efluentes industriais para a Rhodia e a L"Oréal, assim como programas para tratar efluentes sanitários e água de chuva para o Carrefour e o Club Med.


VÍDEO DE REFERÊNCIA



CRÉDITOS DO VÍDEO E DA REPORTAGEM A REDE GLOBO DE TELEVISÃO. PROGRAMA CIDADES E SOLUÇÕES/GLOBO NEWS.

Fonte : Professor Paulo de Moraes. ( Análise Ambiental e Sensoriamento Remoto - UNISANTOS ).

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                               Link desta postagem

http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/jardins-filtrantes-fazem-despoluicao-da.html 

****************************************************************************************************************************


                            Na foto Marcelo Gil com familiares, amigas e amigos em Osasco.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

quarta-feira, 11 de abril de 2012

EMBAIXADA DA ITÁLIA EM BRASÍLIA DÁ EXEMPLO DE SUSTENTABILIDADE !!!


                                             
                                               Imagem das bandeiras da Itália e do Brasil.


O desafio de sincronizar sustentabilidade com crescimento econômico foi tema do seminário Economia Verde e Rio+20, realizado neste mês de Abril na Embaixada da Itália em Brasília.

Denominada embaixada verde, a representação diplomática italiana no Brasil é alimentada por 600 metros quadrados de painéis fotovoltáicos, instalados no teto do prédio, e consome água que posteriormente é tratada por um sistema de fitodepuração - um jardim com espécies de plantas específicas usadas para filtragem.

Compondo a mesa de abertura do seminário, a secretária de Articulação Institucional e Cidadania Ambiental do Ministério do Meio Ambiente (MMA), Samyra Crespo, parabenizou a iniciativa italiana, afirmando estar em total sintonia com a proposta da Agenda Ambiental na Administração Pública (A3P), criada em 1998 pelo governo brasileiro e parte do Plano Plurianual desde 2003. Hoje, a A3P já conta com a adesão de 400 instituições públicas, entre elas o Senado e o Tribunal Regional do Trabalho do Distrito Federal, detentores de certificado de construção 100% verde. Dessas adesões, 78 são do poder público federal.


DIFERENÇAS

O exemplo da primeira embaixada verde será levado pela Itália para a Conferência das Nações Unidas para o Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), em junho, junto com outros projetos que utilizam soluções de aproveitamento de energia limpa e construções com baixo impacto ambiental. Segundo a representante do MMA, o governo está otimista em relação à Rio+20, contando já com 98 confirmações de chefes de Estado, entre os quais os primeiros ministros da China e da Alemanha.

"Diferente da Rio 92, a conferência deste ano traz uma nova geopolítica: naquela ocasião, as propostas eram apresentadas pelos países desenvolvidos para os emergentes. Dessa vez, os países em desenvolvimento tem soluções a apresentar", afirmou. Ela destacou ainda a importância da "liderança suave" que o Brasil vai exercer durante o evento, não sendo apenas hospedeiro, mas respeitando as relações de cooperação, acolhendo opiniões e procurando convergências.

Aproveitando a platéia formada por empresários brasileiros e italianos, além de membros do governo, Samyra Crespo alertou para a necessidade de mudanças nos padrões de consumo, apontando o caminho das compras sustentáveis. Segundo pesquisa do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), 17,5% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro é formado por compras governamentais. Portanto, uma mudança nesse setor teria um impacto considerável e já seria um alento para a chamada economia verde.

O anfitrião do evento, embaixador Gherardo La Francesca, destacou o ineditismo do projeto de embaixada verde, onde foram aplicadas tecnologias que respeitam o meio ambiente e são proveitosas do ponto de vista econômico. Para ele, a solução para a questão ambiental deve contar com a participação de empresas privadas. Durante a tarde toda, empresários italianos e brasileiros debateram velhos e novos sistemas integrados de água e energia, ecoarquietura e edificações sociais.


INOVAÇÕES

A esse propósito, a diretora do Departamento de Desenvolvimento Institucional e Cooperação Técnica do Ministério das Cidades, Junia Santa Rosa, afirmou que, no âmbito do programa do governo federal Minha Casa Minha Vida, estão sendo estudadas inovações em sustentabilidade. "Nós temos um aprendizado a ser empreendido em relação ao tema, ou seja, levar a produção sustentável para o grupo social atendido pelo programa", disse.

O assessor para a Rio+20 do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação, Carlos Joly, elogiou o sistema adotado pelo governo italiano em Brasília: "Demonstra que é possível com energia fotovoltáica manter um prédio como esse. É exemplo para a Companhia Energética de Brasília (CEB). Temos muito ainda o que fazer em relação aos prédios sustentáveis".

O ministro italiano do Meio Ambiente e da Tutela dos Territórios e do Mar, Corrado Clini, também presente ao seminário, lembrou que o custo ambiental não poderia superar o crescimento econômico: "Precisamos de energia limpa para sustentar o crescimento. Se não, o custo supera a vantagem. Em Pequim, por exemplo, o ministro do Meio Ambiente chinês me disse que, para limpar os rios poluídos em decorrência do boom econômico, o governo terá que gastar mais do que os 8% ganhos com o crescimento".


Fonte : Ministério do Meio Ambiente.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************

                                                           Link desta postagem ;

http://soucidadaoparticipativo.blogspot.com.br/2012/04/embaixada-da-italia-em-brasilia-da.html

****************************************************************************************************************************


               Na foto Marcelo Gil com familiares, amigas e amigos no Domingo de Páscoa 2012.

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

domingo, 8 de abril de 2012

PAPA BENTO XVI PEDE PAZ NA MISSA DE PÁSCOA !!!




VÍDEO DE REFERÊNCIA
    

CRÉDITOS DO VÍDEO A RaiTV.

****************************************************************************************************************************

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.


****************************************************************************************************************************

quinta-feira, 5 de abril de 2012

UNIVERSIDADE DE SÃO PAULO DIVULGA RESULTADO DE ESTUDOS CLÍNICOS QUE REFORÇAM A RELEVÂNCIA DO LÍTIO CONTRA O ALZHEIMER !!!



                                                        Imagem meramente ilustrativa.


Estudos realizados na Universidade de São Paulo (USP) reforçaram as evidências de que o lítio, amplamente utilizado no tratamento de transtorno bipolar, pode ter um efeito protetor contra o aparecimento da doença de Alzheimer.

A pesquisa, que teve seus resultados publicados em 2011 na revista British Journal of Psychiatry , foi conduzido por Orestes Forlenza, do Laboratório de Neurociências do Instituto de Psiquiatria (Ipq) do Hospital das Clínicas da Faculdade de Medicina da USP. Forlenza apresentou os resultados em São Paulo durante o Brazil-Canada Prion Science Workshop 2012, realizado em março pelo Hospital A.C. Camargo.  

O trabalho é resultado do Projeto Temático "Neurobiologia da doença de Alzheimer: marcadores de risco, prognóstico e resposta terapêutica”, iniciado em 2010 e financiado pela FAPESP e coordenado por Wagner Gattaz, também do IPq.

De acordo com Forlenza, o experimento foi realizado com idosos com comprometimento cognitivo leve. Os resultados demonstram a relevância clínica da aplicação de baixas doses de lítio em pacientes que ainda não atingiram a fase demencial da doença de Alzheimer, reforçando a hipótese de que o medicamento possa ser utilizado na prevenção do problema.

“Os pacientes que receberam lítio não apenas ficaram mais estáveis clinicamente, do ponto de vista funcional e cognitivo, como tiveram menos deterioração de memória e de funções cognitivas”, disse Forlenza à Agência FAPESP.

Além disso, o experimento revelou uma evidência de modificação de um dos processos patogênicos centrais da doença de Alzheimer, que é a hiperfosforilação da proteína TAU, um processo que destrói o esqueleto das células, levando à morte dos neurônios. O lítio inibe a atividade da enzima GSK 3-Beta, que fosforila a TAU.

“O conjunto desses resultados mostra que possivelmente o lítio produz um efeito modificador da doença. Além da hipótese inicial, que era a inibição da enzima GSK 3-Beta, olhamos outros possíveis participantes desse efeito”, disse Forlenza.

Os estudos mostraram que há um aumento de fator neurotrófico derivado cerebral (BDNF), da função mitocondrial e da atividade de outras enzimas. “Tudo isso alinha em torno de um mecanismo múltiplo de modificação de vários processos patogênicos”, disse o pesquisador.


TEMPO DE SEGUIMENTO

Há muitos anos a ciência acumula evidencias biológicas, experimentais – em modelos animais, em culturas de células, ou extrapolações por métodos de neuroimagem – de que o lítio poderia exercer ações neurotróficas ou neuroprotetoras. Mas até recentemente não havia nenhuma comprovação de que isso tivesse algum significado clínico ou benefício humano.

“Essa comprovação começou a se realizar quando publicamos, em 2007, um trabalho demonstrando que, quando ficam mais velhos, indivíduos que têm doença bipolar – e que portanto recebem lítio clinicamente por vários anos – têm uma menor taxa de demência que os indivíduos bipolares que foram tratados com outras terapias”, disse Forlenza.

Com base nessas constatações clínicas experimentais, o grupo da USP lançou um estudo randomizado para, de maneira bem controlada, avaliar o efeito neuroprotetor do lítio em indivíduos em risco de ter doença de Alzheimer. O modelo escolhido para essa finalidade foram os indivíduos com comprometimento cognitivo leve.

“Tínhamos como base dois trabalhos que foram publicados – um na Inglaterra, outro na Alemanha – usando lítio para tratar indivíduos com a doença de Alzheimer já em fase demencial”, explicou Forlenza.

O estudo britânico fracassou, segundo ele, porque os pacientes não toleraram o tratamento. As doses de lítio eram mais altas, houve uma alta taxa de abandono, impossibilitando que se chegassem a conclusões. O outro estudo multicêntrico europeu, feito na Alemanha, fez um ensaio com lítio em doença de Alzheimer leve por dez semanas. Também fracassou, porque não encontrou mudança nenhuma dos parâmetros clínicos e biológicos.

“Com base nessas informações, alinhamos então o nosso projeto para tratar não indivíduos com doença de Alzheimer já em fase demencial, mas em uma fase anterior a isso. Outro diferencial da nossa abordagem é que utilizamos o lítio em doses menores que as utilizadas clinicamente. Mostramos que essas doses são suficientes para inibir a atividade de uma enzima que imaginamos que esteja ligada ao processo”, disse Forlenza.

Outra diferença crucial em relação aos estudos antigos, segundo Forlenza, foi o tempo de seguimento. “Realizamos um seguimento de quatro anos, com desdobramentos em 12, 24 e 36 meses. Na amostra total foram incluídos 61 pacientes. Uma taxa menor chegou ao fim dos quatro anos, mas no primeiro ano tivemos 91% de permanência no estudo”, disse.

O Projeto Temático será concluído em 2014. Até lá, os pesquisadores seguirão com a linha de estudos envolvendo a aplicação de lítio como antagonista da doença de Alzheimer. Os cientistas voltarão o foco a partir de agora a parâmetros como neuroimagem funcional com tomografia de emissão de pósitrons (PET) e com neuroimagem estrutural, para comparar os dois grupos de pacientes e observar outros desfechos. 

“Várias análises ainda precisam ser feitas, ou completadas, com variações de biomarcadores e de tempos de seguimento, por exemplo. Queremos também iniciar um estudo semelhante, não mais em pacientes com comprometimento cognitivo leve, mas em pacientes com doença de Alzheimer familiar de início precoce, que talvez seja o modelo ideal para se testar essa modificação de patogenia”, disse Forlenza.

Fonte : Fundação de Amparo à Pesquisa de São Paulo.

Tópico elaborado por Marcelo Gil.


****************************************************************************************************************************


                                       Na foto Marcelo Gil com sua Avó Nina no Guarujá. 

Marcelo Gil é Corretor de Imóveis desde 1998, Especialista em Financiamento Imobiliário e Perito em Avaliações Imobiliárias. Técnico em Turismo Internacional desde 1999. Agente Intermediador de Negócios. Associado a Associação Brasileira de Defesa do Consumidor a ProTeste. Filiado a Fundação SOS Mata Atlântica e ao Greenpeace Brasil.

CONTATO : ( 11 ) 7175.2197, ( 12 ) 8195.3573, ( 13 ) 9747.1006 /// E-MAIL : marcelo.gil@r7.com

SKYPE : marcelo.gil2000i /// FACEBOOK : Corretor Marcelo Gil /// TWITTER : marcelogil2000i

****************************************************************************************************************************

NO GOOGLE PROCURE POR CORRETOR MARCELO GIL.

MARCELO GIL RETORNARÁ EM BREVE COM UM NOVO TÓPICO.

CONHEÇA TODOS OS TÓPICOS PUBLICADOS CLIQUE EM POSTAGENS MAIS ANTIGAS.

****************************************************************************************************************************